Arquivos da categoria: Comparações

Comparações para te ajudar a fazer compras conscientes!

Como escolher uma câmera DSLR

Aqui no blog da Nanotech Câmeras você encontra as melhores dicas para escolher sua câmera DSLR. Com tantas delas no mercado, as dicas a seguir podem ser de grande ajuda pra quem quer fazer parte desse seleto grupo.

Aqui vão as dicas:

1. Pense em seu objetivo. Pra que você precisa de uma DSLR? Diversão, uso profissional ou geral? Aconselhamos você a escrever num papel quais são suas necessidades para assegurar que a câmera de sua escolha se encaixa em seus requisitos.

2. Determine seu orçamento. Até quanto você pode gastar? Lembre-se que não se trata apenas do corpo da câmera, as lentes são igualmente importantes. Então considere isso quando for fazer um orçamento com baterias adicionais, cartões de memória, filtros, flash, tripé e proteção para a câmera como bolsas e mochilas. Ao comprar uma DSLR você também precisará comprar todos esses outros itens, tenha isso em mente ao olhar para seu orçamento.  Em nossa webstore você encontra “kits” DSLR com corpo + lente + acessórios, aproveite!

3. Verifique a data de lançamento da câmera. Você não vai querer gastar seu dinheiro suado em um produto que vai ter um upgrade na semana que vem.  Muitas câmeras tem upgrade de firmware, que é uma grande ajuda para prolongar a vida útil de sua DSLR.

4. Veja a quantidade de Mega Pixel´s. As câmeras modernas tem tantos deles! Há apenas quatro anos 8MP representava alta qualidade. Agora a Nikon D7100 tem 24.1 MP! De qualquer forma, qualquer coisa acima de 10MP já é fantástico. Esse requisito deve depender de suas necessidades individuais, se você quiser criar grandes impressões profissionais então uma resolução alta é essencial. Por outro lado se você quiser apenas mandar fotos pequenas por email para seus familiares a quantidade de MP já não é tão importante.

5. Considere um sensor full frame. Você precisa de um? Um sensor full frame significa que você terá o quadro de suas fotografias do mesmo tamanho de uma câmera tradicional com filme 35mm. É muito mais qualidade! Isso significa que você terá o verdadeiro ângulo de visão da lente que estiver usando – isso é bom para fotografar estruturas arquitetônicas ou paisagens que necessitam ângulo mais amplo. Eles também tem ótima performance quando o ISO está bem alto. Em nossa webstore já chegou a Nikon D810, ótimo modelo full frame. Veja também a comparação com o modelo anterior aqui.

6. Descubra quais formatos a câmera oferece. Você precisa fotografar em RAW? RAW é o formato preferido dos fotógrafos profissionais. O formato RAW fornece arquivos de fotografia maiores que não podem ter seus pixels alterados, como no caso do JPEG, o que por sua vez traz melhores resultados na pós-produção. Muitas câmeras, quase todas as DSLR´s, tem a opção de disparo em RAW o que pode melhorar a qualidade da imagem final dramaticamente.

7. Veja o tamanho e peso da câmera. Esse podem ser fatores a se considerar. Você estará correndo por aí fotografando a vida selvagem ou viajando muito? Se sim, um modelo menor e mais leve seria melhor.

8. Você precisa da função vídeo? Mesmo que você seja um fotógrafo Still e acredite que nunca vá usar essa função nós sugerimos a compra de uma câmera que filme em HD, simplesmente porque elas são muito boas. Tem gente filmando comerciais de alta qualidade com elas. Mesmo se você pensa que nunca vai usar essa função, ter a opção de filmar em HD não é nada mau.

9. Escolhendo lentes. Se você já tem lentes de determinada marca não significa que você terá que comprar o corpo da mesma marca: existem diversos adaptadores disponíveis no mercado. É possível usar uma lente Nikon numa câmera Canon, isso ajuda a ampliar sua possibilidade de escolha. No entanto, para escolher uma lente existem muitas variáveis. Esse é um tema que merece um post exclusivo, aguardem!

10. Pesquise sobre compatibilidade. Alguns modelos de câmeras são compatíveis entre eles, em termos de usar a mesma bateria, carregadores e assim por diante. Se isso é importante pra você então pode afetar sua decisão. Equipamentos e acessórios anteriores que são compatíveis com sua nova DSLR podem ajudar a reduzir custos e evitar a compra de novos equipamentos outra vez.

11. Veja se o modelo é atualizável. Por fim você quer que sua DSLR dure o máximo que der e que não fique obsoleta no mês que vem. Gaste o quanto você puder para ter o modelo que melhor supre suas necessidades como consumidor que tem um hobby ou é profissional. Talvez seja melhor gastar um pouco mais num modelo que irá acompanhar futuros upgrades e permitir que você cresça e aprenda com ele, do que comprar um modelo iniciante mais barato que em pouco tempo estará ultrapassado. O mais barato pode não ser a melhor coisa a longo prazo.

Use nossa área de comentários para exprimir qualquer dúvida, críticas ou elogios!

Nikon D800 vs. Nikon D810

Esse post é destinado aos fãs da Nikon, tem algum por ai?! A marca atualizou sua linha full-frame de megapixels massivos e a Nanotech Câmeras acompanha de perto esse lançamento! Está no mercado a nova Nikon D810, mas como esse novo modelo supera seus antecessores D800 e D800E? Vamos comparar as especificações e principais recursos das câmeras para ver qual delas é a melhor pra você.

Como a D800 e a D800/E tem variações muito específicas vamos tratá-las aqui no blog como uma única câmera. Nas fotos abaixo a câmera da esquerda é a D810 e a da direita a D800, vamos às comparações!

Dimensões

nikon-d810-vs-d800-4

As duas câmeras tem tamanho idêntico, não variam em nenhum aspecto. Elas são tão grandes quanto você esperaria que uma DSLR profissional full-frame fosse.

Construção 

De novo nenhuma diferença. Feitas com liga de magnésio as duas são completamente seladas contra as intempéries do tempo, o que confere enorme resistência. Também, com uma câmera desse calibre você não poderia esperar menos não é mesmo?

Peso

nikon-d810-vs-d800-0

Aqui começam as diferenças. A D810 é um pouco mais leve, 2% mais leve pra ser exato. A figura acima mostra o peso das duas com a bateria e o cartão de memória, mas sem lente.

Disparos contínuos

nikon-d810-vs-d800-8

Essas câmeras não estão aqui para quebrar nenhum recorde de velocidade. Dito isso, a Nikon elevou o numero máximo de disparos no modo full-frame de 4 fps para 5 fps. Se você quiser maior velocidade ou a máxima velocidade você terá que usar a câmera no modo cropado com alguma bateria extra. Fazendo isso a D810 consegue disparar a respeitosos 7 fps, comparados aos 6 fps da D800 e D800/E.

Sensor

Nos dois casos um sensor CMOS (35.9 x 24 mm) faz o trabalho com incríveis 36.3 megapixels, mas existem algumas diferenças. Por exemplo: com relação ao modelo mais recente, a D810, a Nikon decidiu acabar com o chamado filtro ótico de passagem baixa (OLPF), tecnologia presente na D800 e que servia para evitar o efeito moiré e a cor falsa. Entra em campo então uma novidade, um sensor que produz imagens e vídeos ainda mais ricos em detalhes.

Processador

nikon-d810-vs-d800-5

Antes o Expeed 3, agora o Expeed 4 que é 30% mais rápido! Além de acelerar as coisas, o novo processador de imagens oferece tonalidades de cor impressionantes e redução de ruído em todas as sensibilidades.

Autofocus

Ambas usam o sensor de focagem automática “Multi-CAM 3500FX” com 51 pontos AF. A D810 teve seu algorítimo AF atualizado para torná-la ainda mais precisa, mesmo em condições desafiadoras. A nova câmera ganhou o novo modo “Group AF” que oferece melhor precisão ao procurar objetos para fotografar usando cinco pontos de foco, um selecionado pelo usuário e os outros quatro ao redor dele.

Alcance de ISO

nikon-d810-vs-d800-6

A combinação de novo sensor com novo mecanismo de processamento de imagens significa que a Nikon D810 tem um alcance de ISO significativamente mais amplo que seus antecessores. Ele vai de 64 a 12.800. Isso quer dizer que melhores imagens poderão ser produzidas mesmo fotografando num estúdio bem iluminado ou numa situação de luz muito baixa. A D810 pode ainda ter seu alcance de ISO estendido para 32 – 51.200 se preciso for.

Visor

Nesse quesito os dois modelos são bem parecidos, mas o mais novo traz um visor mais claro que mostra cores mais precisas graças a uma melhora no revestimento de seu pentaprisma de vidro. Ele também se beneficia de um novo elemento: um display OLED mais claro para exibição de informações de disparo.

Vídeo

nikon-d810-vs-d800-11

Alguns esperavam que o novo modelo da Nikon gravaria no formato 4K. Infelizmente isso não aconteceu, no entanto a D810 pode filmar em full HD a 65/50 fps e a D800 não.  Novos recursos foram incluídos como o ISO automático no modo de exposição M que elimina a necessidade de ajuste do diafragma, a opção de destacar o fotômetro para evitar vídeos com luz estourada e a adição do padrão zebra que, com listras, ajuda na percepção de áreas superexpostas enquanto você filma.

Monitor

Parece que 3.2 polegadas é o tamanho padrão dos monitores VGA nas Nikons de hoje em dia. A D810 é RGBW e tem 1.299k pontos comparados aos 921k pontos da anterior. Isso facilita ao fotógrafo visualizar as fotos num dia de muita luz e também reproduz as cores com mais fidelidade.

Tipos de arquivo

nikon-d810-vs-d800-9

Para os fotógrafos que estão acostumados a fotografar no formato RAW a D810 tem um diferencial que pode ser interessante. Ela tem a opção de arquivo “small RAW” que produz arquivos mais leves, mais fáceis de serem trabalhados numa pós-produção o que pode ser um bônus para alguns.

Bateria

Mais uma vez a D810 supera os modelos anteriores. Ela pode fazer 1200 fotos por carga de bateria ao passo que o modelo anterior fazia apenas 900.

Para informações mais detalhadas acesse a folha de comparações oficial da Nikon e fique atento às atualizações em nosso blog! Use nossa área de comentários para exprimir qualquer dúvida, críticas ou elogios!