Arquivos mensais: outubro 2014

Que lente eu preciso?

Esse post é sobre o que você vai comprar de mais importante para sua câmera: a lente. Existem milhares de tipos diferentes de lentes por aí e é fácil se perder. Mas fica tranquilo, o guia a seguir vai te ajudar a fazer a escolha certa. Primeiro vamos falar das diferentes características de uma lente e em seguida faremos nossas recomendações. Em nosso site você encontra os melhores modelos!

Características

Cada lente é diferente da noutra. No início pode ser um pouco intimidador passar por esse labirinto de escolhas, mas uma vez que você souber o básico você escolherá facilmente o que precisa e a lente que melhor satisfaz suas necessidades.

Zoom vs. Fixa 

Uma das grandes diferenças entre as lentes é a capacidade de dar zoom ou não. Com a lente zoom você pode – pasmem – dar zoom. Mas tem um problema: a qualidade da imagem é menor e geralmente elas tem um número f elevado, ou seja, o diafragma não se abrirá tanto. Você pode facilmente identificar uma lente zoom já que ela tem um alcance de distância focal. Veja na imagem abaixo:

sigma-18-300mm2

Esse número é sempre o alcance focal. No caso trata-se de uma 18-300mm. Então o alcance dela vai de 18mm até 300mm. Já a lente fixa terá apenas um número, por exemplo 50mm. Apesar de a maioria dos fotógrafos optar pelo zoom as fixas tem suas vantagens: são excelentes para retratos e fantásticas em condições de pouca luz.

Número F

Não subestime esse número, ele influencia uma série de coisas. Mas o que ele significa? Bom, resumidamente ele diz quanta luz irá entrar pela lente e chegar ao sensor. Quanto menor o número, maior será a abertura do diafragma. Geralmente ele varia entre f/0.9 e f/6.3.

É difícil manter o número f fixo nas lentes zoom. Como você viu na foto acima a lente tem um alcance de abertura do diafragma que vai de f/3.5 até f/6.3 o que pode ser uma pedra no sapato. Na maioria dos casos quanto menor for esse número melhor, os benefícios são muitos!

Estabilizador de imagem

As lentes modernas tem, geralmente, uma função para estabilizar as imagens. A Canon chama de Image Stabilization (IS), a Nikon de Vibration Reduction (VR) e a Tamron Digitally Integrated (DI). E tudo isso é ótimo! Basicamente o que acontece é que você pode disparar a uma velocidade mais lenta enquanto mantém a imagem estável. Na maioria das vezes esse processo ocorre dentro da câmera, mas alguns fabricantes estão começando a colocar a opção no corpo da câmera. Se você precisa de uma lente nova, procure uma que tenha essa útil opção.

Diferentes escolhas

Agora que você sabe o que procurar quando sair para comprar lentes, vamos às dicas e recomendações!

A grande angular

wide

Essas são usadas para fazer fotografias deslumbrantes de paisagens. Como não é difícil conseguir uma foto nítida com uma distância focal baixa e a paisagem não se mexe, um número F grande será suficiente. Se você tem um bom orçamento indicamos a Nikkor 14-24mm f/2.8G ED Apesar de ser um pouco cara com sua nitidez inacreditável vale a pena!

Se você procura algo mais barato de uma olhada na Canon EFs 10-18mm 4.5-5.6 IS STM, Sigma 10-20 f 4-5.6 EX DC p/ Nikon e Canon.

Se você quer uma fisheye Sigma 8mm F/1:3.5 EX DG pode ser uma boa escolha. Você não terá  uma visão fiel da realidade, mas como a fisheye é uma lente com efeito isso não é necessariamente tão importante.

Médio alcance

normal_range

Essa é sua lente padrão que irá te acompanhar na maioria das vezes. Para alguns as lentes de médio alcance podem parecer chatas porque ela não propicia pontos de vista extremos. Mas isso pode ser uma vantagem se você quiser fazer uma foto “como os olhos veem”. Faça fotografias no estilo retrato! Isso não pode ser feito com uma grande angular.

 Se você tem algum dinheiro pra gastar pegue a Nikkor 24-70mm f/2.8G ED ou a Canon EF 24-70mm f/2.8L II USM Ultrasonic. Se quiser algo mais em conta veja o que acha da Sigma 24-70mm F2.8 IF EX DG. O gasto vale a pena, todas elas tem ótima qualidade de imagem, nitidez, são resistentes, compactas, etc.

Um verdadeiro clássico e favorita de muitos fotógrafos de retrato é a lente 50mm ou a famosa cinquentinha. Elas são extremamente rápidas, as imagens produzidas são nítidas, funcionam bem em situações de luz baixa e o melhor de tudo é que elas treinam o seu corpo já que você terá que usar suas pernas para dar zoom.

Telephoto

tele

Você se considera um fotógrafo de esportes ou da vida selvagem? Então você precisa de uma lente telephoto. Ela traz objetos que estão longe para perto e nivela a distância entre objetos: abra o jornal na página de esportes que você vai entender. Essas imagens feitas com uma telephoto provavelmente. Dá pra perceber como o espectador parece ter o mesmo tamanho do atleta mesmo a mais de 200 metros de distância?

Elas são as lentes mais caras por serem difíceis de construir. A luz viaja um longo caminho até chegar ao sensor e por isso é complicado conserva-la. Outra vantagem é que essas lentes tem um auto foco muito rápido, pense nos animais em movimento que você vai fotografar. Se você gosta do assunto deveria pegar uma Sigma 105mm F2.8 EX DG MACRO OS para Canon e Nikon AF.

Super-Zoom

Se você está de férias, viajando, não vai querer ficar andando por aí com várias lentes e equipamentos certo? É aí que entram as lentes super-zoom. Elas fornecem distância focal ampla. O melhor negócio é a Sigma 70-300mm F4-5.6 DG MACRO para Nikon e Canon AF D. O único porém dessas lentes é o auto-foco que é lento e complica na hora de fotografar animais, insetos ou qualquer objeto que se movimente rápido demais.

Macro

macro

Finalmente chegamos às lentes macro. Elas tem o foco super sensível e são usadas para fotografar pequenos objetos como vocês podem ver na imagem acima.

Experimente e divirta-se!

Escolher uma lente não precisa ser uma tarefa difícil. É um processo legal que vai te dar chance pra aprender um pouco mais sobre fotografia e melhorar suas habilidades. Lembre-se que sempre existe a possibilidade de comprar lentes de segunda mão mais baratas. Lembre-se de se divertir e contar pra gente nos comentários qual foi a lente que você escolheu!

Limpeza do sensor CCD ou CMOS

camera-sensor

Poeira acontece, não tem jeito. Todo mundo que usa uma câmera digital SLR vai precisar limpar seu sensor eventualmente. Você precisa saber que quando falamos de limpeza do sensor nós estamos falando, na verdade, da limpeza do filtro que cobre o sensor CMOS ou CCD, que é o que produz a imagem pra você. Quem trabalha nesse ramo (como nós!) deve ter muita atenção para não arranhar o filtro já que qualquer marca, por menor que seja, vai deixar manchas nas suas fotografias. O momento em que se precisa ter atenção redobrada é quando estamos utilizando as ferramentas de limpeza, devemos nos certificar de que não existam partículas de poeira presa a elas caso contrário pode-se danificar o filtro. Por isso é importantíssimo para nós que todas as ferramentas estejam limpas! Fazer esse tipo de trabalho não é um bicho de sete cabeças, são necessárias as ferramentas adequadas e o mínimo de bom senso para fazer um trabalho bem feito.

10727074_709915132424146_712236440_o

Foto por Leandro Masson

Nem todos os tipos de sujeira são iguais. A maioria das marcas são visíveis nas imagens digitais e são em sua maioria poeira ou algum outro tipo de partícula que flutuou pra dentro do corpo de sua câmera quando você foi trocar a lente ou se desenvolveu na parte de dentro mesmo. Parte dessa poeira pode ser pegajosa e grudar no sensor como pólen ou fuligem. As vezes, se você usar lubrificante demais, pequenas gotículas podem chegar ao filtro do sensor. Algumas marcas são líquidas ou de líquidos que já evaporaram, produzindo um efeito de “neblina”. Ainda mais poeira é produzida dentro da câmera devido ao desgaste dos mecanismos internos. Algumas partículas não oleosas e podem grudar no filtro por estarem eletricamente carregadas. Algumas partículas maiores podem ser assopradas pra fora do sensor por uma pequena bomba de ar, mas algumas não podem. A única coisa que esses tipos de sujeira tem em comum é o fato de serem muito pequenas, muitas delas são tão pequenas que mal podem ser enxergadas a “olho nu”. Uma DSLR comum tem mais de 3500 pixels por polegada linear no sensor, então não é difícil que uma partícula, por menor que seja, bloqueie a luz de alguns pixels. Isso também se aplica para arranhões na proteção do sensor, a serem evitados.

10726425_709915139090812_919150538_n

Foto por Juliano Farias

Como procurar a sujeira. Checar se o sensor da sua câmera precisa de uma geral é bem simples. Coloque uma lente relativamente longa na câmera e o foco manualmente no infinito, coloque o obturador em sua menor abertura e fotografe uma superfície homogênea, de preferência branca ou uma cor clara, bem iluminada e você não deve estar muito longe dela. Um pedaço de papel ou uma parede inteira branca razoavelmente iluminados vai servir. Feito isso abra a fotografia no computador em sua ampliação máxima e você vai enxergar a sujeira processada na imagem! A menos que você tenha recém limpado sua câmera você vai enxergar pontos de poeira sempre, então cabe a você julgar se está na hora de uma faxina ou não.

original-sensor

Se você acha que está na hora de limpar o sensor da sua câmera, entre em contato conosco! A Nanotech Câmeras oferece assistência técnica de qualidade há mais de 30 anos com rapidez, eficiência e segurança. Sabemos como resolver o seu problema,  fazemos orçamento sem compromisso! Vem pra Nanotech! Rua Azarias Leite, 7-54, Bauru – SP ou acesse nosso facebook.

Leia o manual!

Não é difícil encontrar fotógrafos de primeira viagem que mal compraram suas câmeras e já saem fazendo mil disparos por aí. Tá certo que a ansiedade para usar aquele equipamento novo que você sempre quis ter é muito grande, mas “desperdiçar” um tempinho lendo o manual da câmera não custa nada e te ajuda a entende-la melhor.

Você fará melhores fotografias sabendo de antemão como sua câmera trabalha em todos os modos, os tipos de flash, pontos de foco e todas as outras especificidades. Sem contar no aprendizado que você terá sobre fotografia, são muitos os fotógrafos autodidatas e os manuais são ótimas fontes de conhecimento.

SLR camera inside

Se você perdeu seu manual ou por algum motivo não o tem mais, linkamos abaixo os manuais dos modelos mais populares da Nikon e Canon. Veja se o seu está aí:

Canon EOS Rebel T3i

Canon EOS Rebel T5i

Canon EOS 70D

Nikon D3200

Nikon D5200

Nikon D7000

Nikon D7100